Business Intelligence: o que é importante saber ao investir em inteligência para sua indústria

business intelligence

Business intelligence ou inteligência de negócios procura analisar e obter insights a partir dos dados existentes na realidade e rotina de uma empresa. Seu objetivo é gerar ações e engajamento com as informações obtidas sobre o negócio, criando algo relevante a partir deles.

Uma de suas principais diferenças para o conceito de Big Data é que o Business Intelligence examina dados daquilo que já é conhecido pela empresa, refletindo o passado dos dados em pequena ou grande escala. Enquanto isso, o Big Data Analytics busca fazer e responder perguntas que forneçam novos insights e perspectivas, estruturando os dados para que apontem novos caminhos.

Por isso, é recomendado que os gestores procurem combinar as duas frentes: Business intelligence e Big Data Analytics para obterem uma visão completa do negócio e vislumbrarem novas perspectivas para a tomada de decisões estruturadas e conscientes sobre o negócio.

 

Como as indústrias podem se beneficiar do Big Data e Business Intelligence?

Hoje em dia já existem diferentes maneiras de correlacionar os dados do negócio, entendendo a própria realidade, mercado e conhecendo novos caminhos que norteiam as empresas a conquistarem vantagens competitivas sobre seus concorrentes.

Soluções como a InfoPrice, por exemplo, podem coletar preços de produtos no varejo, em diferentes categorias e regiões, criando uma grande base de dados, mas também fornecendo insights sobre eles. As indústrias podem, por exemplo, acionar estes dados para entender o posicionamento comercial de seus produtos em cada rede varejista que o comercializa, se há muita diferença nos preços em cada região (norte e sul, capital e interior e etc).

Isso pode ajudá-las a entender quando uma alta demanda está jogando os preços para cima, e se é possível, ela própria, aumentar um pouco o valor de sua margem de lucro. Ou ainda, no caso da pesquisa regional, qual preço trabalhar em cada local e onde e como se posicionar em cada região.

É possível entender o histórico dos preços dos produtos, fazendo uma análise retroativa deles para identificar padrões de períodos em que o preço tende a ser mais alto ou mais baixo.

Além disso, os dados podem servir de controle para identificar se o posicionamento da indústria está sendo respeitado. Se as margens mínimas e máximas não foram quebradas e, caso isso tenha acontecido, quais são as lojas que estão queimando estas margens.

Visões desse tipo podem ser fornecidas de forma interpretativa e inteligente para as indústrias de uma maneira que elas consigam atrelar os dados históricos de seus negócios a visões e estratégias que aumentem seus resultados. Juntos, o Big Data e o Business Intelligence podem melhorar o posicionamento comercial da fabricante e contribuir para a tomada de decisões que geram mais vendas e lucro para as indústrias.

 

Leia também:

Por que a indústria de alimentos deve monitorar preços no varejo físico?

Você sabe exatamente o que é extensão de linha de produtos?

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *